Guia Manhuaçu

Agronégocios

30/03/2020

Covid-19: Coocafé adota medidas estratégicas diante desse novo cenário global

LAJINHA (MG) - Diante do cenário mundial, com a paralisação do comércio e isolamento das pessoas para evitar a rápida propagação do novo Coronavírus (COVID-19), a Coocafé agiu rápido e criou no dia 16/03 um Comitê Interno, designado especificamente para esse fim. O grupo é composto por pessoas de diferentes setores da cooperativa e a partir de reuniões - on-line - diárias, o comitê tem traçado estratégias de gerenciamento de crise e toda a comunicação da cooperativa está sendo direcionada às ações desempenhadas durante a pandemia.

Todas as unidades comerciais e administrativa da Coocafé estão trabalhando em home office. A entrega de produtos está sendo realizada de acordo com as urgências dos cooperados. Os armazéns gerais e fábrica de rações estão trabalhando com escalas e sempre cumprindo o protocolo de higienização individual conforme orientado pelos órgãos de saúde.

Eventos e ações como a Assembleia Geral Ordinária, Reunião Geral de Colaboradores e Dias de Campo foram suspensos, pensando justamente na saúde e bem-estar de nossos públicos.

Por ser uma cooperativa agropecuária, a Coocafé precisa se posicionar constantemente sobre o andamento das atividades e no dia 25/03, em entrevista, o diretor presidente Fernando Cerqueira falou sobre a estratégia da Coocafé diante do cenário mundial, confira abaixo os principais assuntos abordados:

Atendimento

“Estamos tomando atitudes e providências tanto em relação ao nosso público interno como também aos nossos cooperados, parceiros e comunidade. O foco principal é na vida das pessoas. Não estamos deixando de atender aos nosso associados, mesmo com nossas unidades fechadas seguindo os decretos municipais, criamos uma grande equipe de retaguarda onde estão atendendo por telefone, WhatsApp e redes sociais. Inclusive lançamos a campanha #CooperedeCasaCoocafé para que nossos cooperados evitem transitar porque nós sabemos que a contenção desse vírus nesse início é muito importante”.

Safra 2020

“Uma coisa é certa: nós não temos todas as respostas. Nós podemos apenas orientar, prever e previnir. Não sabemos como será a região daqui 30 dias, mas o que sabemos é que se continuarmos tomando essas medidas preventivas nós vamos ter uma amenização do problema. Outro ponto importante é que os produtores não devem precipitar em iniciar a colheita. Ainda está cedo para começar, em todas as regiões. É necessário manter a calma. Ainda temos muito café verde nas lavouras e se colhermos agora, vamos perder peso, preço e qualidade. Estamos monitorando, nossa equipe técnica a postos e vamos sim sugerir soluções para nossos cooperados. A Coocafé, como sempre, estará ao lado do associado”.

O que esperar do futuro

“Devemos ser otimistas. Entendemos o que está acontecendo e temos ciência da gravidade, mas nesse momento temos que nos ater a fatos. Fazemos parte de uma cadeia e precisamos suprir a necessidade de outras pessoas, assim como elas as nossas.

A nível Coocafé, estamos comercializando e pagando nossos cafés normalmente, fornecendo e entregando insumos. Então quero tranquilizar a todos que tem os seus cafés na cooperativa e precisam comercializar, está fluindo e estamos trabalhando da mesma forma, mesmo com a equipe reduzida no momento. Precisamos manter a cadeia de suprimentos e é com isso que a cooperativa está preocupada nesse momento.

Nossa história é feita de desafios, sempre enfrentamos os problemas juntos. Não sabemos se esse será o mais grave, mas todos os anteriores nós vencemos. Se juntos, estivermos comprometidos em resolver esse problema nós vamos vencer e sairemos muito mais fortalecidos”.

Foto Leandro Fidelis - SafraES