Guia Manhuaçu

Cidades

29/01/2020

Conceição de Ipanema, Ipanema e Taparuba também tiveram inundações

REDAÇÃO - Com o grande volume das chuvas dos últimos dias o rio José Pedro transbordou no sábado para domingo, 26/01, causando diversos prejuízos e danos nas cidades de Ipanema, Conceição de Ipanema e Taparuba.

Logo pela manhã de sábado (25) os primeiros sinais de um transbordamento já eram notórios na cidade de Conceição de Ipanema. As autoridades do município monitorava o tempo todo o nível do rio e recomendou a saída dos moradores ribeirinhos. No início da tarde as águas já atingiam a proteção da ponte de acesso a cidade, interditando a passagem para o centro. Moradores evacuaram suas residências.

Em Ipanema o nível do rio subiu consideravelmente, deixando os moradores das ruas Ipanema e Anastácio Rodrigues também em alerta. No fim da tarde os primeiros sinais que as águas invadiram as ruas foi percebido. Moradores imediatamente deixaram suas casas. O primeiro ponto de transbordamento foi registrado na rua Anastácio Rodrigues, na região conhecida como "Olaria".

Por volta das 23hs o rio atingiu a cabeceira da ponte que dá acesso à estrada que liga Ipanema a Taparuba. A passagem de veículos ficou interrompida durante toda madrugada, pois as águas já estavam passando por cima da ponte.

Enquanto moradores de Ipanema viviam momentos de tensão, em Taparuba começava um verdadeiro caos, nunca visto pelos seus moradores. Durante toda madrugada a população assistiu de perto o transbordamento do rio que corta a cidade. Os dois lados da cidade foram atingidos, inundando, casas, escolas, prefeitura, comércio e o poliesportivo.

No domingo e na segunda, o nível do rio José Pedro baixou, mas agora segue o momento de limpeza, reconstrução e ajuda humanitária aos atingidos.

MOMENTO DE TENSÃO E MEDO

Enquanto o rio atingia algumas casas ribeirinhas, o medo e pânico tomou conta de toda região na noite de sábado, após um alerta de risco eminente do rompimento da barragem PCH Várzea Alegre localizada próximo a São José do Mantimento.

O plano de ação de emergência foi acionado e com apoio das prefeituras, defesa civil dos municípios e Polícia Militar os moradores foram recomendados a saírem de suas casas imediatamente. Pontos de apoio para os desabrigados foram disponibilizados.

A tranquilidade só veio pela manhã de domingo (26) após um novo alerta ser divulgado, no qual dizia que o risco de ruptura já não existia, pois o nível do rio abaixava.

Aílton Venâncio / Portal Ipanema