Guia Manhuaçu

Polícia

19/09/2018

Imprensa da Bahia repercute prisão e morte de bandidos em Simonésia

REDAÇÃO - A prisão de Joanderson Brito de Jesus, 27 anos, o Nego Jô, e a morte de Erlande Jesus de Oliveira, 29 anos, durante novos confrontos com a Polícia Militar em Simonésia repercute na cidade de Itamaraju, na Bahia, de onde vieram.

Segundo o site Bahia Extremo Sul, Nego Jô é considerado o maior homicida de Itamaraju. Ele foi o quinto elemento a ser preso, na noite de segunda-feira, quando atirou em policiais e acabou baleado, na zona rural de Simonésia.

Nego Jô e mais outros cinco comparsas tentaram arrombar um caixa eletrônico de uma agência do Banco do Brasil em Simonésia.

Houve intensa troca de tiros em pelo menos três oportunidades desde o início das operações. Nego Jô foi atingido e socorrido com vida para a UPA de Manhuaçu. Nenhum policial ou morador de Simonésia ficou ferido.

Foram apreendidos com os bandidos um veículo Corolla de placa HJU 4339, que foi roubado na semana anterior na Bahia, e quatro armas.

Segundo o Bahia Extremo Sul, Nego Jô é um velho conhecido da Polícia Civil de Itamaraju pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas e era foragido da justiça. A delegada titular de Itamaraju Rosângela Santos foi comunicada pela PC de Minas Gerais e deverá pedir a sua transferência para o presídio de Teixeira de Freitas (BA), pois há dois mandados de prisão em aberto em seu desfavor pelo crime de tráfico de drogas e roubo.

ERLANDE MORTO

Nego Jô foi preso, mas o sexto elemento – conhecido como Erlande - conseguiu escapar na noite de segunda. Na terça, foi preso. Segundo os policiais envolvidos, os envolvidos no crime em Simonésia integram quadrilhas de Belo Horizonte e da Bahia. Um dos elementos tinha ligações com pessoas da região. 

Erlande Jesus foi morto em novo confronto com policiais, na região do Córrego São Pedro, em uma mata, na zona rural de Simonésia, no início da tarde desta terça-feira, quase 36 horas depois do início das operações conjuntas das Polícias Militar e Civil, que prenderam oito pessoas, entre criminosos que foram ao banco e suspeitos de dar suporte à quadrilha.

Segundo o Liberdade News, também de Itamaraju, Erlande também é conhecido da polícia. Em 31 de março de 2017, a Polícia Civil da Bahia realizou uma operação de cumprimento de mandados de prisão em oito endereços, com autoria nos crimes de furto, roubo e homicídios, ocorridos na cidade.

A delegada titular de Itamaraju, Rosângela Santos de Sousa, prendeu indivíduos que vêm atuando em diversos crimes na cidade de Itamaraju e região. Os trabalhos desenvolvidos resultaram na prisão de Erlande Jesus de Oliveira, vulgo "Galego", um dos autores do homicídio ocorrido no dia 17 de fevereiro, que teve como vítima, Fabiano Oliveira dos Santos.

Erlande, que agora está morto, era parceiro de Joanderson Brito de Jesus, vulgo "Nego Jó", homicida que estava foragido da Justiça e foi preso em Simonésia.

Em novo confronto em Simonésia, bandido acaba morto

Portal Caparaó com Liberdade News e Bahia Extremo Sul