Guia Manhuaçu

Geral

27/03/2018

Morre aos 56 anos o padre ipanemense Luciano Corrêa Neto

MUTUM (MG) - O corpo do padre ipanemense Luciano Corrêa Neto será sepultado na tarde de terça-feira (27/03) em Ipanema.

O vigário paroquial de Mutum está sendo velado na Paróquia São Manoel em Mutum desde a noite de ontem.

Nesta terça, às 11 horas, o cortejo seguirá para Ipanema, terra natal de Padre Luciano, e a Missa de Exéquias acontece às 15h, na Paróquia Santo Antônio. Em seguida será o sepultamento.

De acordo com as informações, por volta das 15h40min desta segunda-feira, o padre Luciano sentiu um mal súbito e faleceu em seguida.

Na breve nota divulgada pela paróquia, o pároco, padre José Marcelino, e o vigário, padre Dione Leandro, manifestam sua gratidão ao Deus de misericórdia pela vida e vocação de padre Luciano e manifestam sincera solidariedade aos seus familiares e amigos. Pedem ainda que todos sejam unidos na oração.

No próximo sábado, dia 31, padre Luciano completaria 57 anos de idade.

O bispo diocesano da diocese de Caratinga Dom Emanuel Messias de Oliveira, emitiu uma nota após a confirmação da morte de Padre Luciano.

“Damos graças a Deus pela vida deste missionário ardoroso, pelo seu testemunho de fé, de desprendimento, de amor à Igreja e de dedicação ao povo de Deus. Confiamos ao Senhor o Padre Luciano, para que viva a alegria eterna, participando da nova vida em Cristo Ressuscitado”, escreveu o bispo diocesano.

A nota termina citando o capítulo 3 da carta aos Filipenses nos versículos 20 e 21:“Esperamos como Salvador o Senhor Jesus Cristo; ele transformará o nosso corpo mortal num corpo glorioso como o seu”.

TRAJETÓRIA

Conheça um pouco da trajetória de padre Luciano:

1961: Nasce padre Luciano, aos 31 de março, em Ipanema, filho de Joaquim Teodoro da Fonseca e Elza Corrêa da Fonseca, sendo o 7º de 10 irmãos.

1988: Entrou para o Seminário Diocesano Nossa Senhora do Rosário, em Caratinga, onde cursou filosofia e teologia;

1994: Recebeu o ministério de leitor, no dia 10 de abril e de acólito em 10 de julho, no mesmo ano, dia 27 de novembro, foi ordenado diácono, no Santuário de Adoração, por dom Hélio Gonçalves Heleno;

1995: Em sua paróquia de origem, Ipanema, recebe de dom Hélio a ordenação presbiteral, aos 24 de setembro. No mesmo ano, em 3 de dezembro, assume como administrador paroquial de Santo Antônio do Manhuaçu;

1997: Transferido de Santo Antônio para a Paróquia de São Sebastião do Sacramento, aos 12 de outubro;

2004: Assume a Paróquia de São Francisco de Assis, em São Francisco do Glória, aos 17 de janeiro;

2009: Transferido para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Dom Cavati, aos 4 de abril;

2014: Passa a exercer a função de vigário paroquial na Paróquia de São Manoel, de Mutum, em 1º de janeiro.